Combate Virtual? - kung fu niteroi rj academias wing chun sifu monnerat - Combate Virtual?

Nas Artes Marciais o Combate virtual, enquanto símbolo de forças antagônicas que se complementam, permite a conexão entre a investigação racional e intuitiva da natureza dos fatos e se constitui em fonte para mudança de paradigmas da realidade presente.

 Uma das experiências corporais mais emblemáticas e a mais imcompreendida nas Artes Marciais de um modo geral( Kung Fu, Karate, Tae Kwon Do, Jiu Jitsu, Judo, Kendo…) é o combate, em que o antagonismo entre as partes remete ao funcionamento bipolar da evolução natural de uma tendência.

O combate intensifica ao máximo a presença física no aqui e no agora. Reconcentra a pessoa em seu centro vital, em seu “ponto de ser” mortal.A atualização parece aqui reinar, contudo, tal encarnação máxima no presente só se obtém estendendo os limites do racional (experiência significativa). É nesta extensão de limites que a idéia de combate virtual de apresenta.

 Para compreender o combate virtual é preciso compreender o que é “virtual”.

Essa palavra vem do latim medieval virtualis, derivado por sua vez de virtus, que quer dizer “força” , “potência”.   É virtual o que existe em potência e não em ato. O virtual tende a se atualizar, sem ter passado, no entanto, à concretização efetiva ou formal.

 Segundo Pierre Lévy (1956), o virtual não se opõe ao real, mas ao atual: virtualidade e atualidade são apenas maneiras diferentes de ser da realidade.

 O Virtual é como o complexo problemático, o nó de tendências ou de forças que acompanha uma situação, um acontecimento, um combate.De fato a idéia chinesa de “nada fazer” (idéia inicial de Mo Wai) é realizar o combate, enquanto ele ainda é virtual.

 É tirar proveito daquilo que se acha implicado pela situação, em que seu potencial é trabalhado antes que a realidade se atualize.

 Assim, é o combate virtual que ativará a capacidade do praticante de Ving Tsun Kung Fu de se apoiar no potencial de uma situação, possibilitando que o processo de tomada de consciência da natureza humana proporcionada por uma experiência significativa implique a efetivação de seu Poder Pessoal.

Ao defender a idéia que o Sistema de Arte Marcial Ving Tsun 詠 舂 não deveria ser destinado ao uso em combate real, Grão-mestre Moy Yat ( 梅 逸 -1938/2001) deu um importante passo para a compreensão do combate virtual, tornando-o assim o pai do conceito de “Inteligência Marcial”.

 A linguagem corporal nas Artes Marciais e em específico no Ving Tsun (Wing Tsun) em contexto de combate virtual,ativa o desenvolvimento da percepção sistêmica, pois a pluralidade de interpretações caracterizada por esta forma de expressão é convergida para um fim prática exigido pelo pragmatismo do combate.

O refinamento da linguagem corporal em contexto de combate virtual,ativa a transformação da agressão – manifestação resultante da frustração da vontade – em Poder Pessoal, processo constituinte do Mo Tak( 武 德),Poder Marcial.

PROIBIDA REPRODUÇÃO SEM MENÇÃO DA FONTE E AUTOR – COPYRIGHT

Salvo indicação em contrário, todos os textos publicados em WINGCHUN.COM.BR e demais Websites pertencentes a MOY KA Wing Chun são de autoria do respectivo titular, publicamente identificado pelo pseudônimo Aventoe (“Autor”), cujo nome e dados de contato serão informados a pedido do interessado ao Autor ou, a critério do Autor, a terceiros interessados mediante solicitação feita em comentário a esta página. Essa solicitação deverá incluir o nome completo e dados de contato do solicitante, bem como o objetivo do contato pretendido, para que seja inserida a Fonte e Autor quando re-publicação em sites que não sejam da Moy Ka Wing Chun Society.

© 2018 Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence  - Família Moy Ka Lai To - All Rights Reserved - Hosted by gmsite.com.br in Canadian - CA         -          Início   |  Journal   |   Eventos   |   Suporte

logorereadygraph
×
Olá! Em que podemos ajudar? Chame-nos pelo WhatsApp!
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account